segunda-feira, 17 de julho de 2017

PROJEÇÃO DO CRESCIMENTO

Um dos maiores e mais bem conceituados economistas brasileiros , Carlos Langoni  Ex-Presidente
do Banco Central do Brasil , que também é diretor do Centro de Economia Mundial da Findação
Getúlio Vargas , uma das mais respeitadas da América Latina , afirmou em entrevista ao Estadão :

" Estou convencido de que depois de dois anos e meio , a recessão finalmente ficou para trás .
De acordo com o pensamento de Langoni , as previsões do crescimento para o PIB brasileiro ,
em 2017 e 2018 estão sendo revisadas para baixo por causa da crise política , que diga-se de
passagem , acontece num momento delicado da vida nacional , às vésperas de um ano eleitoral .
Entretanto , diz o conhecido economista , que a terrível crise política não deverá abortar a decolagem
de nossa economia , que dá os primeiros sinais de recuperação no Governo de transição de Temer .
De acordo com o pensamento de Carlos Langoni , dois acontecimentos mexeram no deslocamento
entre a política e a economia que são :  A aprovação da Reforma Trabalhista  e a Condenação do Ex-
Presidente .  Lula condenado reflete nos negócios como um todo , e a Reforma Trabalhista por mais
incrível que possa parecer , vai alavancar o movimento industrial e a volta da empregabilidade .
Os efeitos positivos da condenação de Lula , já podem ser sentidos nas reações dos Mercados , onde
a Bolsa subiu e o Dólar caiu .
A confiança no Poder Judiciário aumenta sobremaneira a força das Instituições Democráticas e pode
transmitir ao País a calma e confiança que todos precisamos , para alavancar o desenvolvimento .
Perguntado pela reportagem do Estadão , como estava vendo a aprovação da Reforma Trabalhista e
quais os reflexos na economia atual como um todo -  Respondeu :  O que foi aprovado agora pelo
Congresso tem um impacto positivo sobre a estrutura econômica ,  o ambiente é favorável à todas as
expectativas que possam ser feitas para 2018 , mesmo em um ano de eleições gerais , isso vai fazer
a ampliação de geração de novos empregos e a volta da ocupação dos postos que ficaram vagos .
De qualquer forma , temos que reconhecer ,  haverá ganhos expressivos na produtividade . "
Entrevista concedida ao jornal Estadão no dia 13 de julho de 2017 .  Imagem  do mesmo jornal .


                                            Jerônimo Sales 

               ...................................................................................................................





    Fonte  :  Jornal  Estadão  - SP   Edição de 13 julho de 2017 .